Veneciano com microcefalia precisa de cadeira de rodas especial

0
1498
» Guilherme é portador de microcefalia cerebral

Material de construção para adequação do banheiro, telhado, fralda e roupa de cama são outros itens que o Guilherme precisa. Vamos abraçar essa causa! #ajudeoGui

Uma cadeira de rodas especial de banho é um dos itens que o veneciano, Guilherme Lopes Garcia, 18 anos, está precisando. Morador do bairro Altoé, portador de microcefalia cerebral desde que nasceu, o adolescente necessita do equipamento para auxiliar no momento dos seus banhos.

De acordo com a mãe do menino, a Cláudia Garcia Lopes, pelo fato do filho não ter equilíbrio no corpo, a cadeira precisa também ser reclinável e com cinto. “Higienizo o banheiro e dou banho com ele deitado no chão. Em uma cadeira normal ele cai, por não ter firmeza no corpo. Antes não precisava da cadeira porque ele era menor, mas agora cresceu. Carrego o Guilherme no colo para o banho”, fala a mãe.

“Higienizo o banheiro e dou banho nele (Guilherme) deitado no chão. Em uma cadeira normal ele cai, por não ter firmeza no corpo”
Cláudia Garcia Lopes, mãe

Ainda segundo Cláudia, a cadeira de rodas especial custa um pouco mais de R$ 2 mil e o valor é inviável para a família, já que ela não trabalha por ter que cuidar do menino, e ainda o pai está desempregado.

Além da cadeira de rodas, adequação do banheiro é necessária, já que cômodo possui pouco mais de um metro e não tem espaço para passagem de nenhuma cadeira de rodas. Ainda, a casa que a família mora está sem reboco, e com os caibros do telhado podres, o que traz um risco constante para a família.

Guilherme precisa também de frauda descartável tamanho G (adulto) e roupa de cama. O veneciano não anda, nem fala e nem desempenha qualquer tarefa sozinho. “Cuido dele em tempo integral, ele precisa de mim para tudo, até para se alimentar, é tudo na boca. Ele é um excelente menino, é calmo, muito bonzinho e não me dá trabalho, pelo contrário, ele é a minha felicidade”, fala a mãe, que revela que, a comida preferida do Guilherme é banana prata. “Ele adora, se der toda hora, ele come tudo. É um meninão, gosta de brincar com chocalhos, e esses brinquedos de criança que faz barulho”, completa.

A campanha para ajudar o Guilherme partiu da Rede Notícia, que procurou a família para tentar proporcionar maior qualidade de vida ao menino. O casal ainda tem mais quatro filhos, além do Guilherme. Quem puder ajudar entrar em contato pelo telefone: 996336125 ou no Jornal A Notícia 3752-2385.

Doações também através da conta na Caixa Econômica, Agência: 0556/ OP: 013/ Conta Poupança: 22361-7 (Carlos Eduardo Lopes)

Compartilhar

Deixe uma resposta

*