Robertão ministra palestra em Pinheiros

0
1477
» Robertão mostra uma camiseta que usava na época em que pesava 162 quilos

O veneciano Roberto César Almeida, mais conhecido como professor Robertão, foi convidado para ministrar uma palestra de incentivo esportivo, na quadra poliesportiva, do bairro Vila Nova, em Pinheiros, no último sábado, dia 01.
O bate-papo reuniu cerca de 30 pessoas, alunas do professor e treinador, Victor Souza Santos.
“Contei a minha trajetória, levando em conta o tipo de vida sedentária que eu levava e as mudanças que tive, a partir do momento em que decidi, que poderia mudar tudo em mim. Adicionei exercício físico diário em minha rotina, e reeducação alimentar. Com foco e determinação, consegui chegar aonde muita gente ainda duvida, sem passar por processo cirúrgico e nenhum remédio”, conta Robertão.
Antes da palestra, o grupo contou com o Desafio Treinamento Funcional, com direito a corrida de 5 e 10 km. No final, todos ganharam medalhas, inclusive Robertão, que também foi presenteado com um troféu, pela equipe, depois de concluir os 10 km em 52 minutos. Outro veneciano que compareceu ao treinão de Pinheiros, foi o dentista, Juliano Bettim. Os dois atletas fazem parte da equipe Circuito Gameleira EcoSaúde, de Nova Venécia.

» Em Pinheiros, Robertão foi homenageado com troféu e medalha, pela equipe Funcional

Trajetória de Robertão

O professor Robertão, que antes pesava 162 quilos, hoje pesa 89.9 quilos, perdendo 72,1 quilos. Para os ponteiros indicarem estes números na balança, foi um ano e oito meses de muita dedicação. Indo contra a todos os modismos das dietas de época, também excluindo a cirurgia bariátrica e remédios para emagrecer, Robertão conquistou o feito com o auxílio da nutricionista Jéssica Saverginini.
“Tem muita gente que duvida da minha história de superação, mas só eu sei como foi difícil o início, onde eu não conseguia andar 500 metros. No primeiro dia de caminhada, sentei no chão e chorei, querendo desistir, muitas dores. Mas minha esposa estava comigo no momento e não me deixou sozinho. Continuamos na luta diária, vencendo obstáculos a cada dia. Abandonei comidas gordurosas, açúcar, massas e frituras. Adorava tomar uma cervejinha, mas também não tenho este hábito mais. Tudo mudou e devo isso também a minha mãe e ao meu filho”, conta.
Além do professor, o filho Arthur, que também passou por uma reeducação alimentar na mesma época que o pai, e a esposa, Mirian, perderam 40 kg e 20 kg, respectivamente.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

*