Programa ES Inteligente já conta com adesão de 20 municípios capixabas

0
94

Na última quarta-feira (09), o programa de Parcerias Público-Privadas (PPPs) do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), o ES Inteligente, atraiu a atenção de outras dez cidades capixabas e já conta com 20 adesões. O programa do banco capixaba tem como foco principal apoiar os gestores públicos com a estruturação e o desenvolvimento de projetos sustentáveis.

Em parceria com o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC), cada vez mais as prefeituras estão interessadas na elaboração de projetos de desenvolvimento eficientes e possibilitados pelo ES Inteligente. Alfredo Chaves, Boa Esperança, Muniz Freire, Montanha, Baixo Guandu, Vargem Alta, Muqui, Marataízes, Cariacica e Aracruz são os novos municípios que aderiram ao programa de inovação e infraestrutura municipal do banco capixaba e contarão com cooperação técnica e operacional em projetos modernos para infraestrutura, comunicação, eficiência energética e redução de gastos públicos.

O diretor de Negócios do Bandes, Marcos Kneip Navarro, ressaltou a importância do ES Inteligente para o crescimento tecnológico e inovador das cidades capixabas, permitindo a redução de gastos públicos e colocando as pautas globais de desenvolvimento em evidência nos debates públicos.

Piúma, Alegre, Venda Nova do Imigrante, Mimoso do Sul, Colatina, São Gabriel da Palha, Barra de São Francisco, Domingos Martins, Afonso Cláudio e Guaçuí completam a lista das 20 cidades capixabas que aderiram ao projeto de cidades inteligentes do Bandes.

“O ES Inteligente é um programa que traz benefícios para todos os capixabas e que garante um aliado para as gestões públicas, nos momentos de tomadas de decisões e melhorias em infraestrutura. Por isso, os municípios do Espírito Santo estão aderindo ao programa de Parcerias Público-Privadas do Bandes, uma vez que opção engloba a geração de valor nos projetos desenvolvidos pelas prefeituras e que resulta, inevitavelmente, em bons resultados para a qualidade de vida nas regiões do nosso Estado”, frisou Kneip.

O programa atua com uma base de projetos que permitem um desenvolvimento regional alinhado às perspectivas de uma indústria 4.0, conectada à inovação tecnológica, com o objetivo de preparar os municípios para um futuro inovador e moderno. Para os projetos de eficiência energética, por exemplo, são pensadas soluções em iluminação pública e disposição de miniusinas solares que estejam em sintonia com as boas práticas ambientais, possibilitando um atendimento das necessidades energéticas municipais alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Como aderir

A adesão ao ES Inteligente é feita, primeiramente, pelo preenchimento do termo de requerimento de participação e benefícios ES Inteligente, que está disponível no site do Bandes (www.bandes.com.br/ppp), bem como pelo envio dos documentos de comprovação de identificação e da qualificação completa do município que deseja aderir ao programa. O processo virtual para envio de documentações permite agilidade e facilidade, tanto para a gestão pública municipal interessada quanto para  instituições de fomento que realizarão a análise das propostas.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*