Nova Venécia e Real Noroeste classificados para as oitavas de final da Série D

0
941

O Nova Venécia escreveu, neste domingo (31), mais um capítulo na sua história.

Com uma vantagem de 3 a 1, o clube veneciano foi até o estádio Abadião, em Ceilândia (DF), podendo até perder por um gol de diferença para o Brasiliense, que saiu na frente aos 10 minutos do segundo tempo com Hernane Brocador, em cobrança de pênalti.

O resultado ainda classificava o Nova Venécia, que não se abateu com o gol sofrido e foi atrás do empate, que veio aos 36 minutos, também de pênalti, com Odilávio.

A partir de então, o Nova Venécia segurou a pressão do Brasiliense até os 48 minutos, quando a torcida invadiu o gramado do Abadião, fazendo com que o time capixaba se trancasse no vestiário, enquanto havia conflito com a polícia militar.

Com a torcida do Jacaré atirando objetos no campo e depredando o estádio, a partida não teve continuidade e o Nova Venécia saiu com a vaga histórica.

Com a classificação, o Nova Venécia vai pegar, nas oitavas de final, a Portuguesa-RJ, que eliminou o Aimoré-RS por 4 a 3 nos pênaltis após 1 a 1 no agregado. A partida ainda não tem data e hora definidos pela CBF.

Por ter avançado na terceira colocação do Grupo 7, contra a quarta colocação do Nova Venécia no Grupo 6, a Portuguesa-RJ tem a vantagem de decidir o confronto em casa.

Real Noroeste

O Real Noroeste viu a gigante vantagem de três gols de diferença sucumbir na tarde deste domingo (31), contra o Anápolis, no estádio Olímpico, em Goiânia, e precisou decidir sua vaga nas oitavas no pênaltis, após perder por 3 a 0 no tempo normal e ver o agregado terminar em 5 a 5.
Nas penalidades, brilhou Weide, que pegou três cobranças e garantiu o clube de Águia Branca na próxima fase.

Classificado, o Real Noroeste vai enfrentar o Caxias, nas oitavas de final, que eliminou o Oeste, também nos pênaltis.

É a primeira vez na história que dois times capixabas avançam para as oitavas de final da Série D.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*