Na Itália, veneciano Flávio Henrique é eleito melhor goleiro em duas rodadas

0
1765

O goleiro veneciano, Flávio Henrique Puttim Cunha, 20 anos, está em Nova Venécia desde dezembro curtindo férias.

Na Itália desde setembro de 2020, Flávio é titular da equipe profissional do Città dei Sassi Matera, da quinta divisão italiana, porém, em função da pandemia do novo coronavírus, o goleiro só conseguiu atuar em quatro jogos, sendo três pelo campeonato, com três vitórias e sendo eleito o melhor goleiro da rodada em duas oportunidades, e um pela Copa da Itália, que também terminou com vitória para o seu time.

“Está sendo um sonho desde criança poder jogar na Europa. As pessoas falam que é melhor, mais técnico. Meu treinador de goleiros estava em um time da terceira divisão, mas saiu por conta da família e veio para o time. Estou pegando muita experiência com ele”, disse o goleiro.

Flávio Henrique chegou ao clube através do diretor do time, que ele conheceu através do seu empresário, Renato Velasco, quando foi para a Itália pela primeira vez, em 2019.

Morando em uma casa com mais dois brasileiros, Aquiles, 20 anos, e Lucas, de 18, ambos de São Paulo, e com mais dois africanos, o goleiro disse que a adaptação não tem sido tão difícil. “Foi mais fácil porque já tinha ido antes, mas na primeira vez, foi mais complicado por conta da língua. Quanto aos treinos, não tive dificuldades”.

Quando o assunto é o idioma, Flávio falou que desenrola do jeito que pode. “Já entendo bem o idioma, mais do que falo. Utilizo bastante aplicativo no telefone e o Leonardo, diretor do time, também nos ajuda com a tradução”.

O Città dei Sassi Matera manda seus jogos no modesto Estádio Municipal Franco Salerno, com capacidade para pouco mais de sete mil pessoas. O clube já chegou a disputar a segunda divisão italiana e agora, busca o acesso para a quarta divisão nesta temporada.

O jovem goleiro veneciano deve se reapresentar ao clube no mês que vem, quando há a previsão de retorno do campeonato, caso haja diminuição de casos de coronavírus no País.

No Brasil, Flávio Henrique foi bicampeão da Copa A Gazetinha pelas categorias sub-11 e sub-13 de Nova Venécia. Em Seguida, ele se transferiu para o Cruzeiro e, posteriormente, para o Atlético Mineiro, onde ganhou destaque nas quartas de final da Taça BH 2017, quando defendeu dois pênaltis contra a Ponte Preta e chegou a dar e entrevista para o SporTV.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*