Linhares se prepara para receber o desfile de 7 de Setembro

0
273
» Os últimos detalhes para realização do desfile em Linhares foram tomados durante o dia de ontem

Pela primeira vez na história do Estado o tradicional desfile cívico-militar, comemorado em 7 de setembro, que comemora a independência do Brasil, será realizado fora da Região Metropolitana. Este ano, por decisão do governador Paulo Hartung, as festividades serão realizadas em Linhares. A decisão tem como objetivo tornar o evento mais acessível aos capixabas nas diferentes regiões do Estado, resgatando os valores cívicos e fortalecendo os valores culturais regionais.
O desfile será realizado na nesta quinta-feira (7), a partir das 9h30, na Avenida Genésio Garcia Durão (a avenida das ciclovias), no bairro Três Barras, que já recebe os cuidados das equipes da Prefeitura de Linhares. Ao todo, a expectativa é que o desfile atraia cerca de 15 mil pessoas. A Casa Militar, órgão subordinado ao Poder Executivo Estadual, é a responsável pelo planejamento, e pela coordenação das ações necessárias, para realização das solenidades comemorativas cívico-militares.
O prefeito de Linhares Guerino Zanon comemorou o fato de o desfile pela primeira vez na história do Espírito Santo ser realizado na cidade. “Democratizar o desfile foi uma decisão acertada do governador Paulo Hartung e eu tenho certeza que o público aqui de Linhares e todos municípios vizinhos terão a oportunidade de presenciar um belo evento que exalta a democracia, o civismo e o amor à Pátria. O povo de Linhares abraça esta oportunidade e vai mostrar que tem tudo para receber os grandes eventos do Estado”, disse.
O secretário da pasta, coronel Daltro Ferrari, explica que na edição deste ano vários municípios da Região Norte e Noroeste do Estado estão participando do evento. “As prefeituras de Rio Bananal, Sooretama, João Neiva, Ibiraçu, Aracruz, Colatina, Marilândia, Jaguaré e São Mateus já estão confirmadas e irão participar do Desfile, onde terão um grupamento especial para manifestação cultural. Também temos participações especiais de outros seguimentos da sociedade, como por exemplo, admiradores de motos Halley Davidson, Pestalozzi de Linhares, Escoteiros e o Clube dos Desbravadores”, citou o secretário.
O coronel Ferrari ressalta que a presença das tradicionais instituições civis e militares estão mantidas. Para o chefe da Casa Militar, levar o desfile para o interior, é uma forma de resgatar o civismo nas pessoas. “Estamos perdendo alguns valores com o passar do tempo. Antes havia apego à pátria e hoje não, e para trazermos isso de volta, a melhor forma é resgatar os símbolos de estado, valorizar a educação, a disciplina e promover o amor ao próximo”, detalha Ferrari.

Localização Estratégica
O chefe da Casa Militar explicou ainda que Linhares foi escolhida por conta de sua localização. “Linhares é uma região central. Está no meio da BR 101, cortada pela rodovia, equidistante, praticamente, de Sooretama, Jaguaré, Marilândia e São Mateus ao norte; Rio Bananal, Ibiraçu, Aracruz e Colatina ao Sul; e Governador Lindenberg a oeste. Linhares é uma cidade central para todos os municípios poderem participar”.
Ao todo, a expectativa é que o desfile atraia cerca de 15 mil pessoas para acompanhar os cerca de 2.800 membros da parada. Ferrari contou que serão 250 Escoteiros, 350 Desbravadores, Polícia Militar, Polícia Civil, o 38o Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro, alunos da Escola de Aprendizes Marinheiros (Eames), Pestalozzi, Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg), Maçonaria, agentes penitenciários, Corpo de Bombeiros Militar, um grupo de carros antigos de Colatina, ciclistas, motociclistas, um grupo de adoradores de motos HarleyDavidsion e representantes dos municípios envolvidos, que levarão um pouco de sua cultura e história para a Avenida Genésio Garcia Durão, no bairro Três Barras.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*