Frente Parlamentar para debater exploração de sal-gema é instalada na Ales

0
78

A Frente Parlamentar de Apoio e Debate a Exploração das Jazidas de Sal-Gema no Estado do Espírito Santo foi instalada oficialmente, na manhã desta quarta-feira (16), na Assembleia Legislativa e foi realizada de forma virtual devido à pandemia, sendo também transmitida ao vivo pela TV Assembleia.

O colegiado terá a seguinte composição: Freitas (PSB), presidente; Marcelo Santos (Podemos), secretário-executivo; e Luiz Durão (PDT), Dary Pagung (PSB), Adilson Espíndula (PTB), Luciano Machado (PV) e Doutor Hércules (MDB), membros efetivos. A próxima reunião será marcada.

A nova frente parlamentar será presidida pelo proponente, o deputado Freitas, que destacou o potencial do Estado durante a reunião. “O Estado tem grande potencial nessa área. Nós temos uma riqueza fantástica e diferenciada que é um grande volume de sal-gema. Esse potencial foi descoberto na década de 80 e, desde então, o Estado foi impedido de fazer a exploração dessa riqueza logo após a sua descoberta”, destacou Freitas.

E completou: “Na época, a Petrobras fez o registro de nove blocos de sal-gema em Conceição da Barra, na divisa com São Mateus, e isso impediu a exploração por parte do Estado”, disse.

Para exploração industrial, o sal-gema pode ser utilizado como matéria-prima para obtenção de diversos produtos de higiene, produtos farmacêuticos e cosméticos.

O presidente do colegiado ainda falou sobre a qualidade das jazidas capixabas. “Estudos apontam que nós temos a maior concentração da América Latina, temos 70% de todo o sal-gema do país e já temos a comprovação de que é um volume de grande qualidade. Por falta de interesse, a Petrobras devolveu esse recurso e agora vamos poder discutir a melhor forma de fazer essa exploração”, disse o parlamentar.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*