Estudante elabora site para acompanhamento do avanço da Covid-19 em Nova Venécia

0
1701

O estudante veneciano, David Regis dos Santos Liberato, 17 anos, desenvolveu uma página na internet para a população monitorar o avanço da Covid-19 na cidade de Nova Venécia.

De acordo com ele, a plataforma https://batebase-nova-venecia-covid-19.webnode.com/ é significativa apenas para o município de Nova Venécia. “Na plataforma, pode ser monitorado o total de casos confirmados, casos em investigação, óbitos, casos recuperados, pacientes em isolamento, internados, investigação concluída e casos suspeitos em investigação”, disse.

Segundo David, o banco de dados do site fica arquivado em Vitória. “Sendo assim, todos os dados podem ser monitorados em qualquer dispositivo. No site, há um ícone de sino, que quando ativado, chega uma notificação no celular a cada caso confirmado. Ele é atualizado de hora em hora”.

O estudante falou que a ideia surgiu após um amigo te apresentar uma plataforma do estado da Califórnia, nos Estados Unidos. “Recriei a página, porém, para nossa cidade, com um visual diferente, mas seguindo o mesmo padrão”.

Ele destacou que as atualizações são de acordo com os dados da Secretaria de Estado da Saúde, através da plataforma Painel Covid-19, e da Secretaria de Saúde de Nova Venécia.
Segundo o secretário Municipal de Saúde, Felipe Barbosa dos Santos, o estudante procurou ele durante a semana e apresentou o sistema de informações. “Achei bacana, porque toda e qualquer informação repassada à população é útil. Essa plataforma criada mostra, além dos dados da Covid-19 no município, algumas informações sobre meios de prevenção. Eu acho bastante válido, porque, nesse momento, os veículos de comunicação têm nos ajudado a divulgar informações para que a população nos ajude a fazer os modos preventivos e se educar. Sem o protagonismo da população, não vamos alcançar resultado nenhum. Se ela tem informações de prevenção, podemos alcançar bons resultados e conseguir vencer esse momento difícil que estamos atravessando”, disse.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*