Escolas podem agendar visita à mostra itinerante 33ª Bienal de São Paulo

0
102

As escolas interessadas em participar das atividades da Mostra itinerante 33ª Bienal de São Paulo, que está em exposição no Palácio Anchieta, no Centro de Vitória, já podem fazer o agendamento. Uma equipe de mediadores formada por artistas e historiadores guiará os estudantes. A quantidade de alunos é ilimitada e as visitas podem ser marcadas pelo telefone 3636-1032, de terça-feira a sexta-feira, de 9h às 17h.

Por meio da publicação educativa “Convite à atenção”, a mostra propõe ações mediadas para professores, educadores e estudantes de escolas públicas e privadas. Estas ações propõem exercícios que convidam o público a estar atento à experiência com a arte em diversos contextos, desde o encontro com a obra até o compartilhamento da reflexão sobre ela.

A coordenadora da equipe de mediação, Leidyane Vedova, destaca o diferencial dessas atividades guiadas. “Como diz o título da exposição, permita-se vivenciar afinidade afetivas no mundo da Bienal. Diferentemente das outras exposições que aconteceram no Palácio Anchieta, a visita mediada é uma ação educativa que utiliza um material composto por exercícios que convidam para uma experiência diferente”, explica.

Mostra itinerante 33ª Bienal de São Paulo – Afinidades Afetivas

Até o dia 30 de junho, o maior evento de artes visuais da América Latina, a mostra itinerante 33ª Bienal de São Paulo – Afinidades Afetivas traz para Vitória uma variedade de linguagens artísticas como pinturas, vídeos, esculturas, fotografias, colagens e instalações, produzidas por artistas de diversos países.

A exposição é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Fundação Bienal de São Paulo e Ministério da Cidadania. A entrada é gratuita.

A mostra adota como modelo curatorial a multiplicidade do olhar dos artistas sobre seus próprios contextos criativos e apresenta uma gama de artistas  que contemplam várias linguagens, como Alejandro Cesarco, Ana Prata, Ben Rivers, Bruno Dunley, Bruno Moreschi, Gunvor Nelson, John Muller & Richard Hoeck, Rafael Carneiro, Sara Ramo, Sofia Borges, Vânia Mignone e Siron Franco.

Também faz parte da mostra, uma coleção de máscaras do Centro de Artes Visuais Museo del Barro, de Assunção, no Paraguai. Dois  artistas já falecidos são homenageados: o guatemalteco Aníbal López, e a brasileira Lucia Nogueira.

Serviço:

33ª Bienal de São Paulo – Afinidades Afetivas Itinerância Vitória

Local: Espaço Cultural Palácio Anchieta, Praça João Clínico, s/nº – Cidade Alta – Vitória, ES.

Período: de 28 de março a 30 de junho de 2019

Horário de visitação: de terça a sexta-feira, das 9h às 17h / sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h.

Entrada gratuita.

Classificação indicativa: Livre.

Agendamento de visitação: (27) 3636-1032.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*