“Educação no Trânsito não tem idade” é tema de palestra nas escolas da rede municipal

0
89

A Prefeitura de Nova Venécia, por meio do Departamento de Trânsito, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Seme), a 7ª Ciretran e a Autoescola Aparecida, está promovendo ações em alusão ao Maio Amarelo, com palestras, simulações e blitz educativas.

Com o tema ‘Educação no Trânsito não tem idade’, a embaixadora do Movimento Maio Amarelo no estado, Oszilene de Freitas Gazoni Ferreira, falou da importância da conscientização ao tomar a direção de um veículo, levando em consideração dados estatísticos de acidentes.

“Acreditamos que juntos podemos conseguir reduzir o número de mortes e feridos por acidente de trânsito. Todos os anos são mais de 20 mil vítimas. E não são números, são pais, mães, filhos que sofrem perdas. Nós fazemos esse trabalho por acreditarmos em um trânsito melhor para todos nós”, disse a palestrante.

O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para a redução de acidentes de trânsito. As atividades realizadas têm o objetivo principal de alertar e mostrar a dimensão e o impacto que os acidentes têm no cotidiano. O tema deste ano, “Juntos salvamos vidas”, foi definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e pretende mostrar à sociedade que todos nós, independente do nosso ofício, podemos salvar vidas, conhecendo e cumprindo as regras.

A Ciretran de Nova Venécia também é parceira nas ações de conscientização e melhorias no que se refere ao trânsito do município.
“Nosso intuito hoje é a redução dos acidentes, em função da quantidade de mortes, de vítimas com sequelas, de filhos sem pais. Por isso a importância de levar as informações e de fato fazer a mudança na vida das pessoas e nada melhor do que começarmos pelas crianças”, ressaltou a chefe da Ciretran, Mercia Torezani.

Segundo o chefe de Departamento de Trânsito da Prefeitura de Nova Venécia, Evanildo Alves da Silva, um cronograma de ações foi feito para conscientizar a população do município, durante todo o mês de maio, além das palestras, blitz educativas, simulações de acidentes e socorro às vítimas irão acontecer no centro da cidade.

“Nosso objetivo é mudar o trânsito, começando pela conscientização. Começamos nas escolas por entendermos que as crianças são agentes multiplicadores. As informações recebidas aqui, sem dúvida alguma, no momento de uma imprudência dos pais, irão alertá-los a fazer o correto”, frisou o gestor. As palestras tiveram início nas unidades de ensino da cidade e posteriormente as do campo também receberão a equipe”.

“A escola apoia integralmente o movimento, acreditamos que aqui é o local de expansão de informações. Agradecemos a parceria do Departamento de Trânsito da Prefeitura, da Ciretran, da Secretaria de Educação e da Embaixadora do Maio Amarelo por fazer esse trabalho voluntário de forma responsável e com muito engajamento”, salientou a diretora da EMEF Stanislaw Zucoloto, Maria das Graças Bastianello.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*