Depois de 90 dias internado Doda tem nova alta hospitalar

0
6521

Após 90 dias internado, o feirante Douglas Pereira Pinto, 51 anos, mais conhecido como Doda, recebeu alta e chegou em casa no final da tarde desta quarta-feira (30).

Tratando de complicações da Covid-19, Doda estava internado no Hospital Roberto Silvares, em São Mateus. “Ele é muito forte, depois de passar por isso tudo, agora veio para casa de vez, graças a Deus. Preparei uma recepção para ele, agora é vida nova”, diz a esposa, Daniela Gomes de Aguiar Pereira.

Doda teve que passar por duas cirurgias, teve trombose, precisou fazer transfusão de sangue, e dos mais 56 dias que precisou ficar novamente internado, 12 deles foram novamente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Agora, de acordo com a esposa do feirante, Doda terá que retornar todos os dias a São Mateus, para fazer tratamento hiperbárico, para cicatrização de feridas causadas por muito tempo de internação. Ainda, Doda terá que fazer curativos de alta complexidade na mesma clínica, e segundo Daniela, esse último tratamento citado, não é realizado pelo Sistema único de Saúde (SUS), e nem o material. A esposa relata que o marido vai precisar de cardiologista, fisioterapia, nutricionista e outros profissionais, para auxiliar em sua reabilitação. “Ele não está andando e devido ter ficado muito tempo internado, está com sequelas, o emocional é uma delas. Os curativos são muito caros, o material de é alto custo, tem caixa deles que custa R$ 1 mil”, explica.

Para quem quiser ajudar no tratamento do Doda, amigos do feirante estão realizando uma Ação entre Amigos, que está sendo vendida a R$ 10 no Açougue do Povo, na feira do bairro Rúbia às sextas-feiras, no escritório do Ormindinho, e entre outros locais.

Primeira alta

Sendo contaminado pela Covid-19, na primeira vez que Doda teve alta, ele havia ficado internado 34 dias internado na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI), do Hospital Dr. Roberto Arnizault Silvares, sendo 21 deles intubado, precisou passar por traqueostomia e hemodiálise, por ter tido um dos rins acometido.

Depois que teve alta do Roberto Silvares, Doda foi transferido para o Hospital São Marcos, em Nova Venécia, local em que ficou somente dois dias, precisando retornar à unidade hospitalar mateense, por ter tido parada respiratória, infecções e outras enfermidades.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*