Comunidade de Serra de Baixo dá adeus a Benício Merlo, de 98 anos

0
1225

Nova Venécia se despediu no fim da madrugada desta quarta-feira (17), de Benício Merlo, 98 anos.

Ele estava internado desde a última quinta-feira (11), no Hospital São Marcos, porém, de acordo com a família, já estava debilitado há cerca de um mês. O óbito foi confirmado por volta de 05 horas.

Seu Benício deixa um legado de trabalho, honestidade e fé. Trabalhador rural, marceneiro e pedreiro, ele foi um dos construtores da Igreja de Nossa Senhora Aparecida, em Serra de Baixo, comunidade do interior de Nova Venécia em que viveu por mais de 60 anos com a esposa, Ignes Zoteli Merlo, e os filhos José, Luís, Josias e Maria. Ele também deixa seis netos.

Benício Merlo também serviu ao Exército no estado do Rio de Janeiro, onde colecionou muitos amigos. “Até poucos dias ele ainda contava as histórias de lá”, disse a neta, Jéssica Merlo Luchi.

De origem italiana, seu Benício veio do município de Santa Teresa para Serra de Baixo em 1960, e tinha como comida preferida uma boa polenta. “Ele vai deixar uma enorme saudade nos corações de seus familiares e amigos. Uma frase que ele me disse no dia de um aniversário dele e que eu nunca vou me esquecer foi: ‘Na vida, somos como grãos de areia: um dia estamos aqui e em outro, o vento sopra e já não estamos mais. Por isso, é bom viver de bem com tudo’”, contou Jéssica.

O velório de Benício Merlo vai acontecer a partir das 08h30, na Igreja de Nossa Senhora Aparecida, em Serra de Baixo. O sepultamento será nesta quarta-feira (17), ainda com horário indefinido.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*