Cármen Lúcia autoriza auxiliares de Teori a retomar caso da Odebrecht

0
47

BELA MEGALE E LETÍCIA CASADO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O STF (Supremo Tribunal Federal) começa nesta terça (24) a ouvir os depoimentos de homologação do acordo de delação premiada dos 77 executivos da Odebrecht. As oitivas devem se estender por toda a semana.
Na noite de segunda (23) a presidente do STF Cármen Lúcia autorizou que os juízes auxiliares do gabinete te Teori Zavascki, que era relator da Lava Jato e morreu na semana passada, continuassem com os trabalhos das delações premiadas dos executivos.
As audiências de homologação estavam marcadas para começarem na última sexta-feira (20), mas foram suspensas após a notícia do acidente de avião que matou o ministro do STF.
Nessas audiências, os executivos confirmarão se fizeram os acordos de delação de livre e espontânea vontade.
A decisão dá a Cármen Lúcia de mais fôlego para decidir sobre quem será o ministro relator da Lava Jato.

Fonte: FolhaPress